[GSK] Autonegação

Aula ministrada por Gurusangat Kaur Khalsa em 3 de julho de 2020


[GSK abre a aula]


Hoje faremos uma aula clássica do Kundalini Yoga, que nos preparará para uma meditação muito profunda de 31 minutos. Essa aula é maravilhosa, porque trabalha muito os pulmões e o campo eletromagnético. Com certeza, liberaremos muito DMT.


A abordagem hoje é contemplarmos um pouco a estrutura da autonegação. Por que a autonegação? Na luta entre assumirmos nossa identidade cultural, sem nos restringirmos a ela, e também podermos explorar a nossa identidade real, infinita, espiritual, fazemos jogos de autonegação com vários matizes. Darei dois exemplos clássicos de autonegação que utilizamos. São mecanismos de jogo do ego que trabalharemos nessa aula.


No lugar de nos fazermos necessários para o outro, ou seja, de servirmos ao outro, a ponto do outro sentir e querer a nossa presença e inspiração, podemos ter a necessidade do outro nos servir. Essa é uma distinção muito clássica e é um gérmen da autonegação que carregamos fortemente.


Em vez de reconhecermos a força de estarmos situados na nossa identidade infinita, sem nenhuma escassez, e partirmos para o desconhecido, para o outro, a serviço, temos medo. E o medo é outra negação. Temos medo de não ter o suficiente. Nesse momento, em vez de nos ligarmos mais àquilo que já temos, nos ligamos àquilo que não temos. Aí, zeramos a nossa capacidade de servir ao outro, porque nos ligamos tanto à nossa escassez que, para sermos felizes, queremos que o outro se ligue em nós e nos sirva.


[Aluna] A carapuça baixou completamente em mim. A sensação que tenho é que todos os problemas que ando tendo na vida ultimamente têm totalmente a ver com isso que você acabou de dizer. Minha pergunta é: "A aula quebra esse entendimento?"


[GSK] Para acabarmos com uma infecção tomamos antibiótico, em média, de sete a dez dias. Para acabarmos com o princípio da autonegação, precisamos de um trabalho duro, não existe milagre. Temos que fazer muita coisa. Mas é bom compreendermos que esse é um princípio de autonegação. Depende do que quiserem fazer com isso.


O segundo exemplo de autonegação é o seguinte. Temos desejos ilimitados em um tempo que é limitado. E, no tempo limitado, queremos realizar todos os nossos desejos. Há um nítido conflito. Esquecemos que o Arquiteto do Universo, ou a Força do Universo, que nos organiza, é infinita, e nos relacionamos com essa Força de forma finita. Isso é um grande problema.


Se nos relacionamos com a Força, que é infinita, a partir do nosso finito, estamos negando a nossa condição infinita. E quando entramos na nossa condição infinita, a primeira coisa que cai completamente são os nossos desejos. Passamos a ter um tempo limitado e uma força infinita absolutamente satisfeita.


No Kundalini Yoga utilizamos um mantra muito poderoso para nos ajudar a sair da autonegação. É um duplo ashtanga, um duplo oito: o Guru Gaitri Mantra. "Har Har Har Har Gobinde, Har Har Har Har Mukande... ". Usaremos esse mantra na nossa meditação.


Kriya: Exercícios Preparatórios para os Pulmões, Campo Magnético e Meditação Profunda, do manual O Professor Aquariano: Treinamento Internacional de Professores de Kundalini Yoga – Nível I


Meditação: Conquistando a Autonegação – NM 0394


Porque temos esse mecanismo de autonegação tão bem estabelecido – uma vez que sentimos que no papel da vítima o mundo inteiro cuidará de nós –, nesse momento em que estamos vivendo, em que vemos tanta negação da realidade, é muito difícil acusarmos, já que esse princípio está em nós também. Negação e autonegação vêm do medo. Medo de não ter. Esse medo está na sociedade tanto como está em nós.


[Aluna] Posso dizer que um alimenta o outro, no sentido que, tendo eu desejos ilimitados para um tempo limitado, essa frustração retroalimenta a primeira autonegação de "não dou conta", "não sou capaz"?


[GSK] Faz todo sentido. É uma retroalimentação. Porque não conseguirei realizar todos os meus desejos, me frustro. Porque tenho medo de não ter aquilo que desejei, arranjo um mecanismo de me vitimizar ou de violentar o outro para conseguir aquilo que quero. E por aí vai.


Usaremos a força do nosso campo eletromagnético para expandir absolutamente. Para nos sentirmos infinitos e muito cheios de força. Essa força da extensão do nosso campo eletromagnético remove de nós o medo de não ter. Espero que desenvolvam esse desejo interno de alcançar, porque vocês podem. Não existe nada que realmente queiram, que não possam realizar.


May the long time sun shine upon you...


[Transcrição: Sat Sundri Kaur]

[Edição: Nav Amrita Kaur]

Categorias
Posts Recentes
Arquivo
Tags  
SOBRE NÓS

A Associação Brasileira dos Amigos de Kundalini Yoga, filiada à Fundação 3HO, tem por propósito divulgar a tecnologia e os ensinamentos do Kundalini Yoga e do Shabad Guru no Brasil, servindo a todos na busca da excelência e da manifestação de seu ser original, criativo, livre e digno.

LOCALIZAÇÃO

Rua Yvon Magalhães Pinto, 511

São Bento .  Belo Horizonte

MG . 30350-560 . Brasil

Telefone: (31) 3090-5508 

secretaria@abaky.org.br 

CONECTE-SE

© 2018 por Abaky.

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • SoundCloud - White Circle