KUNDALINI YOGA

A origem dessa tecnologia

31972989908_fa247bc950_o.jpg

OS DEZ DIREITOS DE QUEM APRENDE KUNDALINI YOGA

Clique aqui para ler o documento lançado recentemente pelo KRI (Kundalini Research Institute)

KUNDALINI YOGA HOJE

 

A principal fonte para os ensinamentos dos cursos internacionais de formação em Kundalini Yoga certificados pelo Kundalini Research Institute (KRI) é o trabalho de Yogi Bhajan, professor que ensinou no mundo todo durante 35 anos.

Yogi Bhajan nasceu em 26 de agosto de 1929 na Índia. Em 1969, ele foi convidado para a América do Norte, onde começou a ensinar Kundalini Yoga. Durante seus muitos anos de ensino, ele foi um professor muito querido que inspirou uma quantidade imensurável de pessoas a praticar e ensinar Kundalini Yoga. Ele ensinou volumosa e incansavelmente.

Alguns dos ensinamentos foram registrados por transmissão oral, ou em anotações e registros dos alunos. Existem também milhares de gravações de áudio e vídeo das aulas que formam a base do registro do Kundalini Yoga. A Biblioteca de Ensinamentos (Library of Teachings) é um banco de dados pesquisável que contém esses registros de áudio e vídeo, bem como transcrições escritas das palestras que ele ministrou. A plataforma inclui centenas de kriyas de yoga e meditação. Para pesquisar mais sobre essas palestras, kriyas e gravações originais, você pode visitar o site http://www.libraryofteachings.org.

Dezesseis anos após a morte de Yogi Bhajan, que ocorreu em 2004, alguns de seus alunos fizeram alegações de má conduta sexual por parte dele. Em 2020, as próprias organizações fundadas por ele contrataram uma investigação independente e aberta para esclarecer as alegações. A conclusão foi que Yogi Bhajan se envolveu em má conduta sexual e abusos de poder. Essa revelação perturbadora trouxe grande tristeza para seus alunos e para as organizações que ele fundou. Em 2021, essas organizações iniciaram um trabalho de justiça e reparação de danos, e buscaram aprimorar os mecanismos de educação e controle contra abuso de poder, de gênero, sexual, racismo e sexismo.

A certeza de que os Ensinamos do Kundalini Yoga são preciosos e precisam continuar servindo a humanidade orienta e motiva todo movimento de renovação no Kundalini Yoga de hoje. O KRI continua comprometido em defender a dignidade de todos os seres humanos e a ética mais elevada desse caminho de consciência.

O KRI também continua sendo grato pelo trabalho e pelo legado do Yogi Bhajan, mas entende que é necessário nos concentrarmos mais nos valiosos ensinamentos do que no homem que os compartilhou. A integridade e a graça desses Ensinamentos são muito importantes para nós e sempre as levaremos na mais alta frequência.

Acreditamos que os Ensinamentos que serviram a tantas pessoas por tanto tempo continuarão a elevar e inspirar muito mais à medida que são levados para o futuro de uma forma honesta, autêntica e fortalecedora.

O YOGA DA CONSCIÊNCIA

A tecnologia do Kundalini Yoga ajuda o corpo e a mente a se integrarem. O cérebro e toda a função neuro-hormonal se ajustam, resultando em benefícios concretos e rápidos sobre a saúde, vigor e clareza mental dos praticantes.

 

A prática regular do Kundalini Yoga ajusta o sistema glandular e fortalece o sistema nervoso nos tornando aptos a darmos respostas mais éticas, criativas e eficazes aos desafios que nos são apresentados em nossa vida diária. Permite também que reavaliemos os nossos hábitos, nos dando consciência sobre seus impactos em nossas vidas e a liberdade para agirmos diferentemente.

O Kundalini Yoga é uma ciência milenar que, ao longo dos séculos, foi sendo influenciada por diferentes tradições. Ela tem um berço na sociedade matrilinear do Vale do Indus e foi incorporando influências de budistas, hindus e sikhs. Yogi Bhajan foi mestre de Kundalini Yoga e pertenceu à tradição do sikhismo. No sistema legado por ele, as aulas de Kundalini Yoga são feitas através de kriyas, que compreendem posturas (asanas), poses com as mãos (mudras), respirações (pranayamas), relaxamento e meditações com mantras. Os mantras do Kundalini Yoga utilizam um sistema chamado "som primal".

 

As aulas de Kundalini Yoga possuem 90 minutos de duração e acontecem semanalmente. Nelas, os estudantes meditam e experimentam os exercícios em grupo. Entretanto, a prática do Kundalini Yoga estende-se para a vida cotidiana de cada estudante, por meio de seu estilo de vida consciente e comprometido com a saúde, compaixão e o amor ao próximo. Os praticantes são estimulados a usarem roupas leves, claras, de algodão e que permitam movimentos. Muitos, aos moldes dos professores, usam cobrir a cabeça com um tecido de algodão ou turbante, pois essa ferramenta atua no ajuste da caixa craniana, trazendo mais foco, clareza e equilíbrio energético.

SAT NAM: A HISTÓRIA SECRETA DO KUNDALINI YOGA

Qual é a primeira coisa que você pensa quando ouve a palavra "yoga"?

 

Alongamentos? Sucos e alimentos naturais? Espiritualidade pseudo-oriental? Mulheres magras que já se levantam com uma calça apertada, antes mesmo de tomar café da manhã?

 

O yoga atualmente é uma tendência urbana, cuja popularidade só cresce desde a virada para o século XXI. A ironia desse “agora” na posição que o yoga ocupa como atividade física popular está no fato de ele ser uma das práticas mais antigas da humanidade. No mundo contemporâneo, centros refinados de yoga e estúdios de Bikram são apenas a manifestação mais recente de uma tradição de milhares de anos que vem se adaptando a culturas em constante transformação. Nações inteiras tiveram seu auge e seu declínio. Religiões surgiram e desapareceram. A maçã das ideias foi passada de Eva para Isaac Newton até chegar a Steve Jobs. E o yoga, de um jeito ou de outro, atravessou tudo isso.