Hukam de agosto

8 Aug 2017

Hukam de agosto

 

Esse é um shabad do Guru Nanak

 

A força que cria é uma só e ela está presente em tudo. A verdade é o seu nome. Ela é doadora de tudo. Ela é sem medo e sem inimigos. A sua forma é imortal. Ela jamais nasce. Ela jamais toma uma forma especial. Ela é auto-iluminada. Ela é compreendida através da graça do Guru.

 

Esse verso deveria ser entoado na raga tunda e deveria ser entoado cem vezes por dia. E mesmo que você entoasse cem vezes por dia, ainda assim você não compreenderia a natureza de cada momento da sua própria vida. Cada momento da sua própria vida é um misto de formas angelicais e formas demoníacas, que estão presentes em todo ser humano. Não existe um só ser humano que não as tenha vivas e em ação. Para que a nossa consciência possa se apossar do sentido de tudo é necessário que você pare de compreender as formas demoníacas como vindas de fora. Para isso, mesmo que centenas de luas e milhares de sois apareceram no firmamento, mesmo com tamanha luz, sem a presença do Professor, esse mundo se encontraria em profunda escuridão. Compreenda bem: são os ensinamentos que são levados à sua mente, que são entregues sabiamente no seu colo, que carregam as sementes que fazem com que vocês se apertem de todo o tipo de superstição e compreendam que, além do bem e do mal, existe uma consciência que pulsa e que cotidianamente que repete uma forma do som sagrado e cotidianamente ela aprende com seus demônios. Nanak diz: enquanto você caminhar para fora do campo iluminado da luz dos ensinamentos, você deixará de ter propriedade sobre os mesmos. Não busque um campo cheio de luz. Busque qualquer campo. Atravesse qualquer campo. Encontre suas flores, encontre seus espinhos. Vibre e ilumine a partir de você qualquer campo. Não espere que seja um campo entregue onde haverá só luz, porque dentro de você habitam anjos e demônios. O escárnio e as flores que florescem dentro dos seus corpos também estarão com você quando tudo isso virar cinzas. Não imagine que o campo da morte seja um que esteja fora da luz divina. O campo da morte são seus próprios demônios. Escute-os, entenda-os, ilumine-os com a luz da sua própria divindade. 

Please reload

Categorias
Please reload

Posts Recentes