[GSK] Eu já esqueci das dores

28 Aug 2014

por Gurusangat Kaur Khalsa

 

(serie sobre Anand Sahib, o Shabd da Alma, dos arquivos do Sikhnet)

 

Anand Sahib poderia ser visto como um tipo de mapa da realidade humana, muito específico e até mesmo, num certo sentido, técnico. Mas é preciso salientar que este mapa escrito em qualquer outra língua que não em Gurmukhi não parece o mesmo mapa. Quando se tem a palavra Har, que na maioria das traduções é rendida como “Deus”, ou mesmo a palavra Nam, traduzida como Nome, logo entendemos a questão. Har é uma das muitas realidades ativas da Inteligência Universal, justamente aquela que organiza, de forma original, os elementos da matéria para que a forma seja alcançada, e ainda, que ela seja capaz de reter intrinsicamente a vibração da causa primeira, o espírito.


Em Gurmukhi, Nam é uma forma de som, sútil e etéreo. Nam é a força primal que pulsa dentro de cada palavra, cada objeto e cada pensamento, e não necessariamente, a ação em si, o verbo.
 

No primeiro Pauri, o mapa reflete o território do encontro com a consciência, o professor, e isto inaugura uma marcha disciplinada em direção ao destino, deixando para trás as alamedas tortuosas e dolorosas da sina. Porque não queremos mais perder tempo, chamamos pela orientação e ela chega!


No segundo Pauri, a mente inicia então seu treinamento junto a este professor aprendendo a considerar tudo parte de si, e se ver em tudo. Aprende a reconhecer sua identidade como a mesma que criou a tudo, e desta maneira vence a escassez e a insegurança.

 

Anand Sahib - Guru Amar Das

Existe um estado de consciência, no qual cada ação reflete a realidade da alma. Oh! Mãe, esta consciência está em mim agora porque eu encontrei o Professor da Verdade que me despertou para minha própria realidade infinita. Eu encontrei o Professor da Verdade que me levou da escuridão de minha ignorância e ego para a luz do meu cerne divino. Com absoluta facilidade minha mente entregue flui na sintonia da frequência Divina. Esta experiência é tão incrível. As escalas da música divina do amor (que tesouro) e o espírito que as mantêm estão todos neste Shabd – O som sagrado através do qual as correntes do ego na mente são quebradas para que o Espirito Infinito se liberte para penetrar tudo e prevalecer como minha identidade viva. Cada um de vocês cantam o Som Sagrado do Shabd que penetrará sua identidade limitada e te trará para a experiência do Divino Imortal. Este Shabd te é oferecido como Hari – o poder do Criador para manifestar a forma. Através deste Shabd deste Shand, as ondas do pensamento na mente tornam-se sincronizadas com a vibração do Divino. Diz Nanak, existe um estado de consciência no qual cada ação reflete a realidade da alma. Esta consciência está comigo agora porque eu encontrei o Professor da Verdade que me despertou para minha própria Realidade Infinita. (1)

 

Você! Mente minha, esteja sempre com a Essência Divina dentro de seu próprio coração e dentro de tudo a sua volta. Esteja com a Essência Divina dentro de si e dentro de tudo, minha mente. Isto fará com que você se esqueça de todas as suas dores e sofrimentos. Sinta a Essência Divina presente em cada fibra de seu ser. Sinta a si próprio enquanto uma fibra no vasto tecido da vida. Misture-se e entregue sua identidade ao e no Divino. Assim, a Força que Cria fará todo o trabalho por você, e resolverá todas as suas questões. Aquele Mestre poderoso está no controle de tudo que te aborrece e preocupa. Sendo assim porque se esquecer desta Força Suprema? Diz Nanak, mente minha, sempre esteja com a Essência do Divino dentro de seu coração e dentro de tudo que te rodeia. (2)

 

Wahe Guru.

Belo Horizonte, 28 de Agosto de 2014.

Please reload

Categorias
Posts Recentes

July 29, 2020

Please reload

Arquivo
Please reload

Tags