[GSK] Eliminando defesas ancestrais

6 Jun 2019

Aula ministrada por Gurusangat Kaur Khalsa no dia 10 de maio de 2019

 

[GSK abre a aula] 

 

O tema do apego é bastante complexo e a aula que trouxe hoje é bem longa. Vou apenas retomar alguns pontos e introduzir a questão do apego para trabalharmos na próxima semana. 

 

Lembram-se da raiva? A raiva ocorre quando o ego perde o poder. O triângulo inferior reage e tentamos fazer novas identificações. Nunca fazemos identificações que nos confirmam que a realidade estava certa e nós estávamos errados. Para não darmos o direito para a realidade nos engolir, já que estamos perdendo o poder, fazemos novas identificações no sentido de construir uma bolha dentro da realidade para tornar possível vivê-la. É o famoso arquétipo da vítima. 

 

Vimos que na avareza, como temos a insegurança de não ter, tememos perder. O que vibramos na avareza é o arquétipo da escassez. Mas não somos ruins porque vibramos na avareza. Na verdade há uma rede psíquica inteira em volta do nosso DNA que nos recorda que vivemos muito mais tempo na escassez que na abundância. Nossa consciência vai do aqui e agora para um passado bem longínquo. Nos ligamos à nossa linha retroalimentadora em vez de nos ligarmos ao presente. Essa é a experiência da avareza. Todas as vezes que nos ligamos à linha que alimentou o nosso passado trazemos o peso inteiro da ancestralidade dentro de nós. Nossos ancestrais, os de linhagem sanguínea e aqueles de linhagem não sanguínea, estão todos atrás de nós dizendo: “Ei, cuidado, existe muita escassez!”. 

 

Como romper isso na nossa psique? A única forma é aplicando a nossa inteligência e fazendo essa vibração subir para o triângulo superior. Não há outro modo. Isso é a avareza, e o problema dela é que aumenta a raiva. Retroalimenta o ego mais uma vez. Entendem a miséria que é? Essa miséria é nossa e muitas vezes caímos nela facilmente. 

 

Vimos também que a avareza vem de um desejo de preenchimento. Aquilo que não foi preenchido pela nossa ancestralidade ou que eles mesmos não tiveram, – uma experiência profunda de amor, satisfação ou realização – seja por qual motivo for. Mesmo os que possuíam muito, ainda assim tinham uma experiência da escassez dentro de si, porque não havia uma realização espiritual. Aqueles que tinham realização espiritual cortaram dos nossos ancestrais algo muito importante. Os que buscavam uma realização espiritual, que é a classe religiosa, cortaram deles a família e o dinheiro, e então eles vibraram novamente na escassez. Entendem o dilema? Yogi Bhajan dizia que se a pobreza e a renúncia da vida mundana fossem de alguma maneira a ponte para sairmos da escassez o mundo já teria mudado. Em si isso não resolve.

 

Buscamos o preenchimento de várias maneiras. Quando falamos do apego o que vamos entender é como alinhavar esses dois elementos, a escassez e a raiva. O apego é uma maneira de acolchetar isso em nós. É o modo de garantir que teremos aquilo que a frequência da avareza e da raiva nos pede para ter. Criamos colchetes psíquicos, e muitas vezes colchetes físicos, para podermos garantir no apego aquilo de que precisamos. O apego cria uma névoa mental, esse é o maior colchete que ele faz. Semana que vem vamos compreender o que essa névoa mental provoca. 

 

Nossa aula de hoje é uma limpeza do cólon (intestino) e tem muito a ver com o apego. Uma das coisas que a medicina atualmente já fala é o quanto intestino e cérebro são praticamente a mesma coisa, com a única diferença de eles morarem em lugares distintos. Na medicina ayurvédica o trabalho de limpeza do cólon é um trabalho de limpeza de apegos e tem a finalidade de eliminar essa defesa ancestral. Yogi Bhajan pede para tomarem um suco de ameixa antes dessa aula. Procurei esse suco, mas não existe por aqui e não pude trazer para vocês. Faremos de conta que estamos tomando um suco de ameixa – “If you can fake it, you can make it”. Nunca sabemos exatamente porque ele pediu isso. Às vezes ele falava: “Coma esse pepino que você vai sarar”. Todos conhecem o que tem no pepino, mas antes de tudo era a força dele. 

 

Kriya: Colon Cleanser – Limpeza do cólon, do Manual para o Proprietário do Corpo Humano

Meditação com Ad Gure Name             

                                                                          

Yogi Bhajan orienta fechar essa aula andando de modo muito suave e se mexendo de acordo com uma música que não seja do Kundalini Yoga. Não deixem seus alunos se levantarem após essa aula sem moverem o corpo.

 

"May the long time sun shine upon you…"

 

[Transcrição: Arjan Jot Kaur]

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Categorias
Posts Recentes

July 29, 2020

Please reload

Arquivo
Please reload

Tags