DHARMA QUEER

Horando a diversidade

Fotografia e pinturas por Shabad Gian Singh

KUNDALINI YOGA E COMUNIDADE LGBT

Originalmente publicado na seção "Ask 3HO", do site 3HO.org (sem menção de data), em que professores respondem perguntas enviadas por leitores.

Pergunta:

Sat Nam,

Alguns kriyas costumam ter instruções específicas bem claras e diferentes para homens e mulheres. A cada dia cresce a consciência de pessoas trans na nossa comunidade, e também, a presença delas. Yogi Bhajan muitas vezes falava diretamente para um público só de homens ou só de mulheres, enfatizando como a polaridade entre os dois gêneros é bastante diferente. Como os ensinamentos dele se aplicariam a uma pessoa trans? Em particular, não gostaria de ofender ninguém que viesse para minha aula, nem gostaria de orientá-los de forma errônea em assuntos relativos a gênero em sua relação com essa linha de yoga. Qualquer ideia que puder compartilhar seria valiosa.

 

Agradeço muito,

Harjas

 

Resposta:

 

Querido Harjas,

 

Muito obrigado por sua pergunta tão oportuna e tão importante.

 

Você comenta que "Yogi Bhajan muitas vezes falava diretamente para um público só de homens ou só de mulheres, enfatizando como a polaridade entre os dois gêneros é bastante diferente". Não tenho certeza se você quer dizer com isso que as pessoas se identificavam como estritamente homens ou estritamente mulheres, ou se ele se dirigia a elas identificando-as dessa maneira, como estritamente homens ou estritamente mulheres.

 

Minha experiência pessoal me diz que nenhuma dessas hipóteses é verdadeira. O público sempre foi amplamente variado e ele sempre falava a partir de uma compreensão profunda da grande variabilidade da experiência humana. Mas algo mudou depois da morte dele: as pessoas têm sido mais abertas a respeito de suas identidades de gênero, e consequentemente a aceitação social dessa abertura é bem maior.

 

A clareza e a força de Yogi Bhajan em relação às diferenças entre as energias feminina e masculina não tinha a intenção de depreciar quem não se identifica fortemente com um ou outro extremo desse espectro de gênero. Na verdade, o efeito de se tornar mais explícita e sutilmente consciente da natureza dessas diversas qualidades deveria empoderar quem se encontra entre os dois extremos. Uma pessoa cuja experiência da sexualidade é limitada aos níveis físicos, sociais, intelectuais e emocionais está em grande desvantagem se comparada a uma pessoa que tem uma experiência adicional energética/áurica.

 

A missão de vida de Yogi Bhajan era capacitar as pessoas a se tornarem cada vez mais conscientes da universalidade de suas identidades e libertá-las do sofrimento. Ao longo do processo, ele desafiava todas as nossas fraquezas e inseguranças para que pudéssemos enfrentá-las e superá-las. Quase todas as  meditações e os kriyas, se feitos de forma apropriada, nos desafiarão em muitos sentidos. Yogi Bhajan disse muitas vezes que o Kundalini Yoga não é para todos. Percebi que ele não funciona para quem não gosta de ser desafiado.

 

Yogi Bhajan não limitava seus desafios ao que era moda ou politicamente correto. Se você explicar sem julgamento os princípios energéticos do que ele ensinava e as pessoas ainda assim se ofenderem, então, talvez esse seja o desafio que elas têm que enfrentar para progredirem. Algumas vezes nós projetamos nossa própria negatividade ou nossas questões emocionais e intelectuais em informações que deveriam ser apresentadas de forma neutra, e isso indica algum aspecto em nós que precisa ser trabalhado para nos libertarmos do apego e do sofrimento.

 

Um exemplo paralelo poderia ser a tecnologia yóguica do cabelo humano. A informação é bem simples e bem direta. O cabelo tem uma função sutil; sintonize-se a essa sutileza, pois é melhor para seu bem-estar cuidar do cabelo e dos pelos e não removê-los. A informação não serve para envergonhar quem tem perda ou excesso de cabelo, cabelo liso ou encaracolado, tampouco para diminuir quem escolheu cortar ou mudar o cabelo ou os pelos. É apenas uma informação a ser usada como você desejar.

 

Se alguém fica incomodado com essa informação, isso sugere que uma ferida do passado ou uma insegurança pode estar na raiz desse desconforto. Do contrário, uma pessoa segura e consciente consideraria essa informação de forma neutra, escolheria como lidar com ela e seguiria adiante. Ela não se sentiria ofendida, seja lá qual fosse o estado do seu próprio cabelo.

 

Pense no Tantra Yoga Branco, que trabalha com as energias masculina e feminina, mas sem qualquer julgamento sobre quem se senta do lado "feminino" ou do lado "masculino" das linhas tântricas. Os monitores se sentam em qualquer lado, independentemente do gênero, e qualquer variação de pares é bem vinda. O Tantra Yoga Branco se baseia na energia das polaridades, a tecnologia não é exclusiva para heterossexuais.

 

Os ensinamentos yóguicos relativos às energias solar e lunar não estão de forma alguma limitados ao comportamento humano, à comunicação, sexualidade ou identidade sexual. Por exemplo, perceber como essas energias se expressam no mundo através de cores, sons, formas, sabores, cheiros, movimentos etc. pode aprofundar nossa apreciação da beleza que nos circunda. Uma compreensão profunda do que é feminino e do que é masculino, na verdade, acolhe as infinitas variações e graduações que podem ser encontradas em toda grande obra de arte, de design ou música.

 

Você queria saber especificamente como os ensinamos de Yogi Bhajan sobre a polaridade masculina e feminina se aplicam a pessoas trans. Na minha experiência, tudo o que ele ensinou sobre polaridades é válido e fortalecedor para todas as pessoas. Esses ensinamentos têm o potencial de proporcionar descobertas e, mais importante, experiência pessoal imediata para quem se relacionam com eles. Ter uma experiência profunda de si mesmo é valioso para todos que se abrem a ela.

 

Yogi Bhajan também ensinou amplamente sobre dualidade e sobre como o sofrimento deriva dela. Polaridade e dualidade não devem ser confundidas. A dualidade existe quando há pouca autoconsciência e as polaridades internas da pessoa estão em conflito. Quando conhecemos nossas polaridades e conscientemente as equilibramos, não tem como haver conflitos.

 

Importa muito pouco onde qualquer pessoa se situa, ou partes dela se situa, na gradação entre intensamente feminino e intensamente masculino. O que realmente importa é que, quando elevamos nossa consciência, criamos harmonia entre todas as notas diferentes e potencialmente polares em nós mesmos.

 

Sua sensibilidade em relação às pessoas que precisam de mais compaixão, aceitação, delicadeza e apoio é admirável e inspiradora. Neste exato momento, em algumas partes do planeta, as pessoas que se diferenciam de expectativas normativas são tratadas com uma crueldade inimaginável. Você se abençoa e abençoa aqueles em torno de você com sua gentileza sem igual.

 

Podemos compartilhar a tecnologia das polaridades em toda sua pureza quando escolhemos as palavras com cuidado para evitar juízo de valor ou qualquer outra coisa que não seja consciência e serenidade de espírito. As ofensas se escondem ou se projetam em tons sutis negativo ou positivo, ou em palavras modificadas historicamente.

 

Ensine apenas o que você experimentou profundamente como verdade; a ternura genuína do seu coração tomará conta do resto. Sua gentileza, cuidado e compaixão ofuscarão as demais questões.

 

Obrigado novamente por compartilhar suas ideias.

 

Sat Nam,

 

Sewa Singh


 

Aviso da 3HO:

As informações e opiniões deste texto se baseiam numa experiência particular, e quaisquer contradições ou omissões em relação aos ensinamentos de Yogi Bhajan não são intencionais. As informações sobre dieta, exercícios e/ou estilo de vida contidas no texto representam tradições yóguicas e não pretendem substituir a consulta a um profissional de saúde. As informações aqui contidas são de caráter apenas educativo e não tratam da condição médica específica de ninguém. Converse sempre com seu médico ou profissional de saúde antes de fazer mudanças significativas em seu estilo de vida – assim você se certifica de fazer mudanças apropriadas para sua saúde pessoal, consistentes com quaisquer medicamentos que por acaso esteja tomando. Se você tiver questões emocionais não resolvidas, procure um psicólogo ou terapeuta. A Fundação Internacional 3HO e eu, que assino este texto, não somos responsáveis por quaisquer efeitos adversos ou consequências do uso de alguma informação deste texto. Para mais informações em inglês sobre o Kundalini Yoga conforme ensinado por Yogi Bhajan®, visite www.3ho.org/kundalini-yoga e www.kundaliniresearchinstitute.org.​

SOBRE NÓS

A Associação Brasileira dos Amigos de Kundalini Yoga, filiada à Fundação 3HO, tem por propósito divulgar a tecnologia e os ensinamentos do Kundalini Yoga e do Shabad Guru no Brasil, servindo a todos na busca da excelência e da manifestação de seu ser original, criativo, livre e digno.

LOCALIZAÇÃO

Rua Yvon Magalhães Pinto, 511

São Bento .  Belo Horizonte

MG . 30350-560 . Brasil

Telefone: (31) 3090-5508 

secretaria@abaky.org.br 

CONECTE-SE

© 2018 por Abaky.

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • SoundCloud - White Circle